Sejam bem-vindos

Sejam bem-vindos

Clique na imagem e assine a petição

Seguidores

Siga-nos no facebook e curta nossa página

sábado, 12 de setembro de 2009

Combatendo a obesidade infantil com Lazy Town


Bem - vindos a Lazy Town

A primeira vez que ouvi falar de Lazy Town, estávamos eu e meu marido no sofá assistindo TV e vimos a chamada para o programa, nós comentamos "Nossa esse programa deve ser horrível". Para minha surpresa, quando o assisti ao lado de minha filha, achei o programa maravilhoso, e totalmente educativo.
Os episódios contam a história de Lazy Town uma cidade onde tem um vilão Chamado Robbie Rotten que além de ser preguiçoso, só consome doces e refrigerantes, odeia atividades físicas e tudo que é saudável, este quer convencer todas as crianças de Lazy Town a comerem mal e a não se exercitarem.
Mas para combater este vilão preguiçoso e comilão tem o SPORTACUS um mocinho que além de ensinar as crianças a alimentar-se corretamente, incentiva os pequeninos a se exercitarem e ter uma vida mais saudável. Durante o episódio sportacus pula feito pipoca e deixa as crianças eletrizadas e pulando como ele na frente da telinha.Sportacus
Em Lazy Town também mora Stephanie uma menina de cabelo cor-de-rosa que adora dançar e junto de sportacus ensina vários passos de danças para as crianças. Se você não tem tempo de assistir televisão com seus filhos, pelo menos saiba programar quais os programas adequados para eles assistirem. Eu recomendo Lazy Town e lamento de ser transmitido somente em TV por assinatura.

Lazy Town é transmitido no discovery kids aos sábados 12:30 e as 22:30hs e durante a semana ás 10:30, 16:30 e 22:30 hs


O jornal folha de São Paulo publicou uma matéria na folhinha sobre Lazy Town, confira


Senhor Saúde
Criador de Lazy Town espera que as crianças consumam produtos saudáve
is
Magnús Scheving

Entre um chocolate e uma maçã, qual o alimento que você prefere?Caso prefira o primeiro,você está na mira da turma de "Lazy Town".
Os personagens dessa série de televisão querem ajudat as crianças a fazer escolhas mais saudáveis.
O programa foi criado por Magnús Scheving, 44, um ex-campeão de aeróbica.Ele faz o papel de Sportacus-super- herói que nos incentivaa comer bem e a trocar o vídeogame por atividades físicas.
"Lazy Town"é exibido no canal pago Discovery kids.
Uma coletânia em DVD com os 12 primeiros episódios acaba de ser lançada.
A flhinha bateu um papo com Magnús, confira abaixo alguns trechos da conversa e leia a entrevista completa em nosso blog www.blogdafolhinha.folha.blog.uol.br
(Gabriella Mancini)

Como surgiu a ideia dessa série?
Percebi que não havia um personagem que fosse modelo de saúde para as crianças. O mercado está lotado de produtos nada saudáveis,e quis fazer algo contra essa tendência.

Os atores aparecem ao lado de bonecos e cenários computadorizados.
Como isso é feito?

Primeiro os atores e os bonecos são gravados e , às vezes, acrescentamos o cenário com computaçãoi. O bom de trabalhar com atores de verdade é que eles garantem mais emoção a série. Mas, por outro lado, os bonecos nos dão mais liberdade para brincar com humor-e não envelhecem.
Matéria publicada 12 de setembro de 2009

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

As mil e uma noites ( a história da esperta Sherazade)



Conta a lenda que na antiga Pérsia o Rei Shariar descobre que foi traído pela esposa, que tinha um servo por amante, o Rei despeitado e enfurecido matou os dois. Depois, toma uma terrível decisão: todas as noites, casar-se-ía com uma nova mulher e, na manhã seguinte, ordenaria a sua execução, para nunca mais ser traído. Assim procede ao longo de três anos, causando medo e lamentações em todo o Reino.
Um dia, a filha mais velha do primeiro-ministro, a bela e astuta Sherazade, diz ao pai que tem um plano para acabar com a barbaridade do Rei. Todavia, para aplicá-lo, necessita casar-se com ele. Horrorizado, o pai tenta convencer a filha a desistir da ideia, mas Sherazade estava decidida a acabar de vez com a maldição que aterrorizava a cidade.
E assim acontece, Sherazade casa-se com o Rei.
Terminada a breve cerimônia nupcial, o rei conduziu a esposa a seus aposentos, mas, antes de trancar a porta, ouviu uma ruidosa choradeira. “Oh, Majestade, deve ser minha irmãzinha, Duniazade”, explicou a noiva. “Ela está chorando porque quer que eu lhe conte uma história, como faço todas as noites. Já que amanhã estarei morta, peço-lhe, por favor, que a deixe entrar para que eu a entretenha pela última vez!”
Sem esperar resposta, a jovem abriu a porta, levou a irmã para dentro, instalou-a no tapete e começou: “Era uma vez um mágico muito malvado...”. Furioso, Shariar se esforçou ao máximo para impedir a narrativa; resmungou, bufou, tossiu, porém as duas irmãs o ignoraram. Vendo que de nada adiantava sua estratégia, ele ficou quieto e se pôs a ouvir o relato de Sherazade, meio distraído no início, profundamente interessado após alguns instantes. A pequena Duniazade adormeceu, embalada pela voz suave da rainha. O soberano permaneceu atento, visualizando mentalmente as cenas de aventura e romance descritas pela esposa. De repente, no momento mais empolgante, Sherazade silenciou. “Continue!”, Shariar ordenou. “Mas o dia está amanhecendo, Majestade! Já ouço o carrasco afiar a espada!” “Ele que espere”, declarou o rei. Shariar se deitou e logo dormiu profundamente. Despertou ao anoitecer e ordenou à esposa que concluísse o relato, mas não se deu por satisfeito. “Conte-me outra!”,
Sherazade com sua voz melodiosa começou a contar histórias de aventuras de reis, de viagens fantásticas de heróis e de mistérios. Contava uma história após a outra, deixando o Sultão maravilhado.
Sem que Sheramin percebesse, as horas passaram e o sol nasceu. Sherazade interrompeu uma história na melhor parte e disse:
- Já é de manhã, meu senhor!
O rei interessado na história, deixou Sherazade no palácio para mais uma noite.
E assim Sherazade fez o mesmo naquela noite, contou-lhe mais histórias e deixou a última por terminar. Sempre alegre, ora contava um drama, ora contava uma aventura, às vezes um enigma, em outras uma história real.
Dessa forma se passaram dias, semanas, meses, anos. E coisas estranhas aconteceram. Sherazade engordou e de repente recuperou seu corpo esguio. Por duas vezes ela desapareceu durante várias noites e retornou sem dar explicação, e o rei tampouco lhe perguntou nada.
Certa manhã ela terminou uma história ao surgir do sol e falou: “Agora não tenho mais nada para lhe contar. Você percebeu que estamos casados há exatamente mil e uma noites?” Um ruído lhe chamou a atenção e, após uma breve pausa, ela prosseguiu; “Estão batendo na porta! Deve ser o carrasco. Finalmente você pode me mandar para a morte!”.
Quem entrou nos aposentos reais foi, porém, Duniazade, que ao longo daqueles anos se transformara numa linda jovem. Trazia dois gêmeos nos braços, e um bebê a acompanhava, engatinhando. “Meu amado esposo, antes de ordenar minha execução, você precisa conhecer meus filhos”, disse Sherazade. “Aliás, nossos filhos. Pois desde que nos casamos eu lhe dei três varões, mas você estava tão encantado com as minhas histórias que nem percebeu nada...” Só então Shariar constatou que sua amargura desaparecera. Olhando para as crianças, sentiu o amor lhe inundar o coração como um raio de luz. Contemplando a esposa, descobriu que jamais poderia matá-la, pois não conseguiria viver sem ela.
Assim, escreveu a seu irmão e lhe propondo que se casasse com Duniazade. O casamento se realizou numa dupla cerimônia, pois Shariar esposou Sherazade pela segunda vez, e os dois reis reinaram felizes até o fim de seus dias.

convites para meninos






Não coloquei nada escrito, porque são máscaras digitais e pode ser colocadas as fotos do aniversariante. Peguei estas máscaras do blog do jaksonangelo.blogspot. Beijokas da Lari

Barbie






Backyardigans











Este cone você deve fechá-lo e encher com balas,colocá-lo em um saquinho transparente e fazer um belo laço

Poesias de Cecilia Meireles


Meu Sonho (Cecília Meireles)

Parei as águas do meu sonho
para teu rosto se mirar.
Mas só a sombra dos meus olhos
ficou por cima, a procurar...
Os pássaros da madrugada
não têm coragem de cantar,
vendo o meu sonho interminável
e a esperança do meu olhar.
Procurei-te em vão pela terra,
perto do céu, por sobre o mar.
Se não chegas nem pelo sonho,
por que insisto em te imaginar?
Quando vierem fechar meus olhos,
talvez não se deixem fechar.
Talvez pensem que o tempo volta,
e que vens, se o tempo voltar.

Motivo (Cecília Meireles)

Eu canto porque o instante existe
e a minha vida está completa.
Não sou alegre nem triste:
sou poeta.
Irmão das coisas fugidias,
não sinto gozo nem tormento.
Atravesso noites e dias
no vento.
Se desmorono ou edifico,
se permaneço ou me desfaço,
- não sei, não sei. Não sei se fico
ou passo.
Sei que canto. E a canção é tudo.
Tem sangue eterno e asa ritmada.
E sei que um dia estarei mudo:
- mais nada

Traze-me (Cecília Meireles)

Traze-me um pouco das sombras serenas
que as nuvens transportam por cima do dia!
Um pouco de sombra, apenas,
- vê que nem te peço alegria.
Traze-me um pouco da alvura dos luares
que a noite sustenta no teu coração!
A alvura, apenas, dos ares:
- vê que nem te peço ilusão.
Traze-me um pouco da tua lembrança,
aroma perdido, saudade da flor!
-Vê que nem te digo - esperança!
-Vê que nem sequer sonho - amor!

Timidez (Cecília Meireles)

Basta-me um pequeno gesto,
feito de longe e de leve,
para que venhas comigo
e eu para sempre te leve...
- mas só esse eu não farei.
Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes...
- palavra que não direi.
Para que tu me adivinhes,
entre os ventos taciturnos,
apago meus pensamentos,
ponho vestidos noturnos,
- que amargamente inventei.
E, enquanto não me descobres,
os mundos vão navegando
nos ares certos do tempo,
até não se sabe quando...
e um dia me acabarei.

Canção (Cecília Meireles)

Não te fies do tempo nem da eternidade,
que as nuvens me puxam pelos vestidos
que os ventos me arrastam contra o meu desejo!
Apressa-te, amor, que amanhã eu morro,
que amanhã morro e não te vejo!
Não demores tão longe, em lugar tão secreto,
nácar de silêncio que o mar comprime,
o lábio, limite do instante absoluto!
Apressa-te, amor, que amanhã eu morro,
que amanhã eu morro e não te escuto!
Aparece-me agora, que ainda reconheço
a anêmona aberta na tua face
e em redor dos muros o vento inimigo...
Apressa-te, amor, que amanhã eu morro,
que amanhã eu morro e não te digo...

Serenata (Cecília Meireles)

" ... Permita que eu feche os meus olhos,
pois é muito longe e tão tarde!
Pensei que era apenas demora,
e cantando pus-me a esperar-te.
Permite que agora emudeça:
que me conforme em ser sozinha.
Há uma doce luz no silencio,
e a dor é de origem divina.
Permite que eu volte o meu rosto
para um céu maior que este mundo,
e aprenda a ser dócil no sonho
como as estrelas no seu rumo ... "

Cecília Meireles

O meu amor não tem
importância nenhuma.
Não tem o peso nem
de uma rosa de espuma!
Desfolha-se por quem?
Para quem se perfuma?
O meu amor não tem
importância nenhuma.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Sid o cientista



Ei Sid cadê você, hoje é dia de aprender
(trecho da música de abertura)
Um menino curioso, uma professora muito esperta, um super laboratório e muita informação é o que você vai encontrar nos episódios de SID O CIENTISTA.



Dos mesmos criadores de O Muppets e Vila Sésamo, a The Jim Henson Company apresenta seu mais novo animado: Sid, o Cientista, que relata as aventuras de um menino curioso e enérgico de 5 anos que está sempre buscando o porquê das coisas. Perguntas como “Por que as folhas caem das árv
ores?” ou "Como uma lagarta se torna uma borboleta?” serão feitas por Sid, que junto com seus amigos – Gabriela, Geraldo e Mei – vai mergulhar em diversas aventuras para explorar o tema até encontrar a resposta que procuram. Além de seus companheiros, sua família – Mamãe Alice, Papai Moi, seu irmão Zack, sua Avó e a Tia Susie – também ajudará a investigar e a fazer simples experimentos.


A série animada tem um enfoque científico relacionado a diferentes temas de interesse das crianças em idade pré-escolar. Por meio de uma tecnologia que permite mostrar os personagens digitais com muito humor e música, o programa explora a curiosidade natural das crianças e incentivam os pequenos telespectadores a participar das atividades, interagindo e entendendo melhor a ciência.
A busca pelo conhecimento do pequeno Sid leva as crianças a descobrir, por exemplo, que as folhas das plantas servem como alimento para muitos animais e têm nutrientes que permitem que as flores e as árvores possam crescer. Ou ainda que muitos animais constroem suas próprias casas nelas e que o solo desempenha um papel fundamental para o planeta, porque ajuda o crescimento de plantas e outras espécies vivas.
Os principais valores educacionais de Sid, o Cientista são estimular as crianças a pensar, falar e trabalhar como cientistas, embasado em sua curiosidade natural pelo mundo; demonstrar que a ciência está por toda parte; contribuir para a preparação escolar, fomentando as habilidades intelectuais das crianças, a motivação para aprender e a confiança em si mesmos como estudantes; e apoiar a aprendizagem com o objetivo de criar um “clima de curiosidade” para as crianças.

Conheça os persongens desta história
Sid - o astro do programa adora observar o mundo a seu redor e buscar todo tipo de conhecimento.
Gabriela - atlética, forte e aspirante a "cientista brilhante", a menina sempre anuncia sua presença nos lugares onde chega com frase "Aqui está a Gabriela".
Geraldo - garoto de muita energia gosta de dar piruetas, fazer perguntas e resolver tudo "agora mesmo".
Mei - com uma imaginação extraordinária, a menina costuma surpreender os amigos com respostas inesperadas e com sua enorme capacidade de buscar soluções para os mais diversos problemas.
Tia Susie - brincalhona e muito inteligente, ela é uma grande fonte de conhecimentos e de definições científicas.
Mamãe Alice - ela dirige sua própria empresa e, como todas as mães, tem o hábito de fazer tudo ao mesmo tempo: trabalhar, arrumar a casa, preparar o almoço e ainda responder às perguntas do filho.
Papai Mort - afetuoso, ele está sempre disposto a se sujar para ajudar o filho a encontrar minhocas. É ele quem demonstra o uso prático da ciência nos lares e na vida diária.
Exibição: dia 04, segunda a sexta, 9h30 e 15h, Discovery Kids
Indicação: a partir de 3 anos
texto de (shirley paradizo)

Peixonauta?





Peixonata, desenho brasileiro, educativo e fenômeno de audiência

A luta de um peixe e seus amigos para manter o meio ambiente em ordem se transformou em um grande sucesso entre as crianças. Peixonauta foi o programa mais visto por crianças de 4 a 11 anos na TV paga, em seu horário de exibição (das 19h30 às 20h), na semana em que estreou (20 a 24 de abril). A faceta tem uma explicação.
Dividida em 52 episódios de 11 minutos apresentados em 26 blocos, a série animada explora os temas cidadania, ecologia e sustentabilidade ambiental de maneira acessível, divertida e interativa, que permite à criança refletir sobre a importância do ambiente para o futuro do planeta. Ou seja, é repleta de boas intenções. Além disso, e o mais importante, fala a língua da garotada.

Peixonauta é uma animação 100% nacional, realizada em uma parceria entre a excelente TV PinGuim e o Discovery Kids. Até a trilha sonora leva a assinatura de um artista tupiniquim. As canções são de responsabilidade de Paulo Tatit, do Palavra Cantada, e trabalha elementos e instrumentos tipicamente brasileiros. "Nós tivemos a preocupação de desenvolver um produto essencialmente brasileiro sem que fosse marcado por isso", afirmou Kiko Mistrorigo, idealizador da série ao lado de Célia Catunda.

Como não bastasse, o desenho tem um roteiro para lá de interessante e muito bem escrito e desenvolvido. Na trama, o peixe que dá nome ao título do animado trabalha como agente da O.S.T.R.A. (Organização Secreta para Total Recuperação Ambiental) e tem como missão buscar soluções para proteger o meio ambiente. Nessa busca, ele conta com a ajuda da menina Marina e do macaco Zico. Mas nem tudo acontece embaixo d'água. Para desvendar os mistérios e encontrar soluções para proteger o meio ambiente, ele usa um escafandro cheio d’água (o Bublex), que permite ao peixinho viver entre o “mundo molhado” e o “mundo seco”.

Ele e seus amigos recebem dicas de como solucionar cada problema por meio da POP, uma bola mágica que traz dentro de si pistas para que os personagens resolvam os mistérios. A bola só se abre quando todos repetem uma sequência de movimentos de percussão corporal que muda a cada episódio. Nessa hora, eles pedem a a ajuda de seus amiguinhos do outro lado tela, levando as crianças a interagir com o desenho.

Temas complexos como diversidade da fauna, reciclagem, compostagem, contaminação da água e metamorfose são apresentados às crianças em idade pré-escolar por meio de uma linguagem dinâmica e lúdica, sem nunca deixar de lado a fantasia.

Essa popular turminha, em breve, também poderá ser vista nas salas de cinema. Peixonauta já tem previsto um longa-metragem a ser lançado em 2010. Enquanto isso não acontece, vale curtir essa primorosa produção na TV.

Exibição: segunda a sexta-feira, 11h30 e 19h30, Discovery Kids

Indicação: todas as idades



Veja trecho do desenho




Bonequinhas de lã


Bonecos feitos com lã

Pode ser usado para decorar convites, lembrancinhas, para colar em laços grandes.

Para fazer estes bonequinhos você vai precisar:

  • feltro
  • fita
  • tesoura

  • cola quente

Caixinhas para lembrancinhas (moldes)




Esta não é uma caixinha, mas você pode fazer e montar para decorar mesinhas




segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Sugestões de convites das princesas


Oiiiiiieee pessoal

Eu já havia postado sobre minha paixão por festas infantis.Sei que muitas mães ficam sem ideias para convites e lembranças dos aniversários dos seus pequerruchos, pensando nisto eu fiz umas montagens com imagens retiradas da internet e o resultado foram estes lindos convites.
Algumas imagens mudei muito pouco, outras modifiquei bastante.
Para quem se interessar, dou duas sugestões.
A primeira é, para imprimi
-los em folha de sulfite comum em impressora colorida, preencher com os dados da festa e fazer rolinhos com papel vegetal por cima e arrematar com um laço, como se fosse pergaminho.
A segunda, é imprimir em papel fotográfico ou papel mais grosso e colocá-los em envelope comum. Espero que gostem das montagens, pois fiz com carinho.

Nesta postagem colocarei convites das princesas, nas proximas prometo colocar temas masculinos.
As imagens que usei para montar os
convites, retirei do sitehttp://princesas.disney.sites.uol.com.br este site retirou imagens dos sites Disney do japão e Chrissy.

As imagens da sininho e das fadas retirei do blog
Amanhã é outro dia o endereço é

http://jacksonangelo.blogspot.com, neste blog vovê encontrará muita coisa bacana , máscaras digitais lindas, passe por lá e dê uma conferida.


Mil beijokas







Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...